Orientações para a Gestão de Resíduos da Utilização de Testes Rápidos à COVID 19



 

 

 

 

ORIENTAÇÕES PARA A GESTÃO DE RESÍDUOS DA UTILIZAÇÃO DE TESTES RÁPIDOS DE DIAGNÓSTICO À COVID-19

 

Informamos os nossos associados, nomeadamente os dos setores da restauração e similares e da hotelaria que, a APA – Agência Portuguesa do Ambiente procedeu à revisão das orientações para a gestão de resíduos da utilização de testes rápidos de diagnóstico.

Todos os componentes que resultem da utilização dos testes rápidos nas habitações, estabelecimentos de comércio retalho e por grosso, serviços e restauração, estabelecimentos escolares, lares, empreendimentos turísticos e indústria com resultado negativo devem ser colocados no saco plástico que integra o kit (ou num qualquer saco plástico, caso tal não se verifique) e depositados no contentor dos resíduos indiferenciados juntamente com os restantes resíduos.

No caso de teste rápido com um resultado positivo, pelo princípio da precaução, deve ser colocado em duplo saco - no caso de o kit conter saco plástico, os resíduos deverão ser colocados nesse saco e, posteriormente, colocado dentro de um saco plástico de lixo resistente - e depositado no contentor de resíduos indiferenciados (“lixo comum”).

Em nenhuma das situações, os resíduos em causa devem ser depositados no ecoponto ou contentor de recolha seletiva

CONSULTE AQUI A ORIENTAÇÃO

 


POLITICA DE PRIVACIDADE

Edifício Expobeiras – Pq. Industrial de Coimbrões – 3500 - 618 – VISEU

tel: 232 470 290 tm: 934 470 290 – email: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

CRC Viseu e NIF nº 501 339 612

AIRV 2007 © Todos os direitos reservados.